Uma vida 90% destruída pelo Bullying

     Vocês já pararam pra pensar se sua vida está assim agora, porque você fez uma escolha errada ou porque teve sorte?
     Hoje, eu parei pra pensar, se tudo o que está acontecendo hoje é porque eu fiz a escolha errada..
     Pra entender mais ou menos o porque disso, vou contar como eu era antes de tudo mudar.
    Eu era a melhor aluna da minha classe, minha menor nota era 8, era simpática, feliz, alegre, extrovertida, carinhosa com meus amigos, adorava sair, em outras palavras: eu ERA tudo de bom.
    Até que em 2010 entrou um garoto na minha classe, ele se dizia pegador e que era amado por todos, mas no fim isso tudo era carência e falta de atenção. Eu pensei, tudo bem, nada demais... Logo descobri que não iriamos nos dar bem e nem nada do tipo.
    Esse garoto (que, infelizmente, está na minha classe até hoje) começou a pegar no meu pé... Não, não é do jeito que você está pensando. Ele começou a inventar apelidos de mal gosto, chacotas e afins, tudo na sala de aula e até quando me encontrava na rua...
   Os professores nunca viam o que acontecia, nem minhas colegas de sala me ajudavam. Elas só falavam e falavam o que eu tinha que fazer, mas nunca tentaram impedir. 
   Comecei a ir mal na escola, minhas notas abaixo da média, não fazia as tarefas, não gostava mais de sair, era agressiva, compulsiva, ansiosa, triste. Depois de mais ou menos uma semana, minha mãe quis saber o que estava acontecendo comigo e finalmente eu disse tudo.
   Minha mãe ficou chocada, foi na escola e exigiu que fizessem algo, pois minha vida e a da minha mãe estava sendo destroçada. Como era de se esperar de uma escola particular (que é a única na minha cidade) eles não fizeram nada com o infeliz, colocavam a culpa em mim e ele sempre se salvava de tudo que fazia.
   No meio do 3º bimestre, minha mãe já não sabia mais o que fazer, então decidiu me levar ao psicólogo.. Eu ia umas duas vezes por semana. Pra mim não tava resolvendo nada, a psicóloga me encaminhou pra outra psicóloga em RP, pois eu já me encontra em um estado quase irreversível de depressão.
   Achamos que tudo ia melhorar, mais foi só um sonho.
   A psicóloga de lá, me mandou fazer acompanhamento com a psiquiatra (que eu frequento até hoje), ela me passou remédios (ainda o tomo, mais, as doses são maiores). No começo do tratamento eu comecei a melhorar e pá, mas depois os remédios começaram a não fazer mais efeito.
  Eu comecei a tentar suicídio, cortava meus pulsos pra esquecer dos meus problemas e com sorte acertar uma veia pra conseguir me matar.
  Minha mãe descobriu e quase teve um infarte, pois não conseguia acreditar que eu, uma menina tão inteligente estava fazendo algo tão irresponsável. 
  As doses aumentaram, e com isso eu parei de me cortar... Na verdade, de vez em quando ainda tinha recaídas, mas fui melhorando.
  Em compensação, comecei a arrancar fio por fio desde a raiz dos meus cabelos.
  Mais uma vez as doses aumentaram, e parei com os dois.

Enfim, já faz 3 anos que minha vida começou a virar um inferno!
E tudo por causa de um energúmeno, idiota e filho da p***!

Hoje eu ainda sofro com o  bullying, ainda to fazendo tratamento. Melhorei uns 20%. 
Eu não confio em mais ninguém, sou fria, sem sentimentos, malvada com os seres humanos... Cada vez mais prefiro os animais ao homem, sou sincera, grossa...

Se vocês tiverem uma história pra contar fala ai nos comentários. "A MELHOR INICIATIVA CONTRA O BULLYING É FALAR"

Bjs, Rukia